domingo, 2 de outubro de 2011

Nossa Senhora da Saúde- Padroeira de Poços de Caldas


BASÍLICA DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE - IGREJA MATRIZ
História da igreja que leva o nome da padroeira da cidade: a Basílica Nossa Senhora da Saúde.
Reportagem: Carol Scassiotti
A Paróquia de Nossa Senhora da Saúde das Águas de Caldas foi criada em 25 de janeiro de 1874, mas a primeira capela construída na povoação era dedicada ao Bom Jesus da cana verde, por falta de uma imagem da padroeira. Em 1887, o português João de Souza Belém, atacado de forte reumatismo, veio tratar-se com as águas sulfurosas e em pouco tempo viu-se completamente curado. Desejando demonstrar sua gratidão, enviou ao Dr. Pedro Sanches de Lemos, primeiro médico da localidade, uma belíssima imagem da Senhora da Saúde, executada por santeiro lusitano, pintada e dourada a fogo, que foi colocada na capela de Bom Jesus. Até então os fiéis de Poços freqüentavam a pequena e acanhada igreja de Santo Antônio, na rua São Paulo.
Em 1908, o prefeito Felisberto d’Horta, doou o terreno onde seria construída a igreja localizado onde antes estava o antigo cemitério da cidade. Os ossos ali sepultados haviam sido transferidos para um outro local. Somente em 1913, após a benção inaugural realizada pelo padre Leo Lem, é que começou a funcionar a igreja matriz, projetada pelo engenheiro José Piffer.
A velha igreja Matriz tinha a porta de entrada voltada para rua Rio Grande do Sul e cumpriu sua missão até 1937, quando foi demolida para dar lugar a atual igreja, espelhada em um igreja francesa e que tem o formato de uma cruz. Muito do material retirado dali foi reaproveitado na Construção da antiga Igreja de São Sebastião na Vila Cruz.
Em 1954 a Matriz Nossa Senhora da Saúde recebeu o título de Basílica dado pelo Vaticano. No Brasil somente três igrejas têm o título de basílica: uma em Aparecida do Norte, outra em Salvador e a de Poços que é a única do interior do país. A sagração da igreja a Basílica contou com a presença do então governador de Minas Juscelino Kubistchek, que doou a carrilhão de sinos para a igreja.
Basílica quer dizer igreja base. É dela que surgem as outras paróquias. Toda basílica tem símbolos como o medalhão e o gonfalone que reafirmam a nomeação. O medalhão tem a imagem de Nossa Senhora e o gonfalone – um espécie de guarda chuva – que acolhe toda a comunidade.
(FONTE:http://www.tvpocos.com.br/patrimoniosarquivo.htm)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Blog reserva o direito de não publicar comentários ofensivos de caráter pessoal, tampouco xingamentos.
A utilização desta ferramenta é exclusivamente de interesse público.